Conheça um pouco sobre a formação do Município

Gentílico: pomboense
O POVOAMENTO dessa área data aproximadamente do século XVIII. Os irmãos José Manoel de Melo e Manoel Gomes de Assunção, proprietários dos primeiros engenhos banguês nas terras do hoje município de Pombos, construíram algumas casas nas margens do rio Água Azul, cujo lugarejo foi denominado TUBIBAS, e que tempos mais tarde quando já tinha 30 casas, foi comprado pelo Padre Galdino Soares Pimentel. O Padre, junto com os habitantes primitivos, fez construir uma capela sob a invocação de Nossa Senhora dos Impossíveis, até hoje a padroeira do município.
Era grande a abundância de pombos selvagens nas matas circunvizinhas e caçadores vindos da Cidade do Braga (hoje Vitória de Santo Antão), após as costumeiras e bem sucedidas caçadas, diziam: FIZEMOS O SÃO JOÃO NOS POMBOS. Esta expressão era usada com tanta freqüência, que o lugar TUBIBAS passou a chamar-se oficialmente SÃO JOÃO NOS POMBOS, até quando passou a denominar-se POMBOS.

FORMAÇÃO ADMINISTRATIVA

Distrito criado com a denominação de Pombos, pela lei municipal nº 168, de 15-06-1908, criados também pela lei municipal nº 192, de 16-05-1914, subordinado ao município de Vitória. Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito de Pombos, figura no município de Vitória. Pelo decreto municipal nº 6, de 08-11-1930, o distrito de Pombos, passou a denominar-se São João dos Pombos. Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o distrito de São João dos Pombos, figura no município de Vitória. Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937. Pelo decreto-lei estadual nº 235, de 09-12-1938, o distrito de São João dos Pombos voltou a denominar-se Pombos. No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o distrito de Pombos figura no município de Vitória. Pelo decreto-lei estadual nº 952, de 31-12-1943, o município de Vitória, passou a denominar-se Vitória Antão. Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o distrito de Pombos permanece no município de Vitória de Santo Antão.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960. Elevado à categoria de município com a denominação de Pombos, pela lei estadual nº 4989, de 20-12-1963, desmembrado de Vitória de Santo Antão. Sede no antigo distrito de Pombos. Constituído do distrito sede. Instalado em 22-02-1964. Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído do distrito sede. Pela lei municipal nº 132, de 30-12-1968, é criado o distrito de Nossa Senhora do Carmo e anexado ao município de Pombos. Pela lei municipal nº 133, é criado o distrito de Dois Leões e anexado ao município de Pombos. Em divisão territorial datada de 31-XII-1968, o município é constituído de 3 distritos: Pombos, Dois Leões e Nossa Senhora do Carmo. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Aspectos Gerais

População estimada 2015 : 26.841
População 2010: 24.046
Área da unidade territorial (km²): 239,876
Densidade demográfica (hab/km²): 118,35
Código do Município: 2611309
Gentílico: pomboense
Prefeito: Manoel Marcos Alves Ferreira

Fonte: IBGE